(1979) Vaqueiro em Angola.

Fotografia (formato: 89x129mm) de um vaqueiro em Angola (?), tirada por turistas portugueses, fotografia impressa em outubro de 1979 (selo de Kodak) e provavelmente tirada durante o mesmo ano (?). Encontrada na feira de ladra de Lisboa em agosto de 2018.

Fotografias

(1960-1974) Soldado com uma ave de rapina morta nas mãos.

Fotografia (formato: 86x126mm) de um soldado (provavelmente a fazer o serviço militar), numa das antigas colónias portuguesas, entre o fim dos anos 60 e início dos anos 70, com uma ave de rapina morta nas mãos. Fotografia encontrada na feira da ladra de Lisboa em agosto de 2018.

Fotografias

(1917-1934) Quatro pequenos retratos de mulheres.

Quatro pequenos retratos de mulheres em Portugal. O primeiro é de uma rapariga de 16 anos; é dedicado a uma “amiguinha” (nome ilegível) por Lidia; é datado do dia 1 de Maio 1934; formato: 44x60mm. O segundo é o retrato de uma criança tirado nos Armazens do Chiado em Lisboa no dia 16 de Novembro de 1917; formato: 27x36mm. O terceiro foi tirado no mesmo sítio o dia 9 de Março de 1918; e tem escrito no verso a inscrição seguinte: “Emilia de Cerqueira Aflalo Esposa de José Julio de Cerqueira Aflalo n°. 26.9.9 {?}”; formato: 29x36mm. O quarto não tem nem nome nem data; formato: 42x36mm. Fotografias encontradas na Feira da Ladra em Lisboa, em maio de 2018.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotografias

(1921) Três mulheres e um cão.

Fotografia de três mulheres e de um cão sentados numa escada, com ao verso a inscrição manuscrita seguinte: “Tirada em casa da Dina {?} em Junho de 1921”. A fotografia foi encontrada com aquela do “grupo de pessoas num sanatório em Guarda” (cf. infra); a nota manuscrita é da mesma mão; a segunda mulher a partir de baixo podia ser a mesma mulher que se encontra vestida de branco no primeiro plano desta outra fotografia. Formato: 68x44mm. Encontrada na Feira da Ladra de Lisboa em 2016.

Fotografias

(1922) Grupo de pessoas num sanatório na Guarda.

Grupo de pessoas fotografiadas no Sanatório Sousa Martins, na Guarda, no dia 10 de Agosto 1922 (segundo o que foi escrito atrás). Formato: 65x116mm. Fotografia encontrada na Feira da Ladra de Lisboa em 2016. O Sanatório Sousa Martins, criado em 1907, foi a primeira instituição criada de raiz para a assistência a doentes com tuberculose (cf. Público).

Fotografias

(1980-90) Mulher jovem portuguesa.

Fotografias de uma mulher portuguesa tiradas nos anos 1980-90, encontradas numa casa perto de Santa Maria da Feira em junho de 2018. Formato da primeira: 100x151mm; da segunda: 140x151mm. Uma foi tirada numa sala na África do Sul, outra no pátio de um convento em Portugal.

 

 

 

 

 

 

Fotografias

(1920-1940) Mulher jovem numa quadra de tênis.

Fotografia a preto e branco (6,1 x 8,8 cm) duma mulher jovem com uma raquete numa quadra de tênis; sem indicação; 1920-1940 (?); encontrada num sebo, em Paris (75005), durante o mês de Outubro 2017.

Fotografias

(1920-1940) Três operários.

Photographia de três operários (6,3×8,7 cm); sem informação; provavelmente tirada entre 1930-1960; encontrada numa feira da ladra em Seine-et-Marne, França (77), durante o verão 2017.

Fotografias

(1940-1960?) Uma mulher à beira-mar.

Retrato duma mulher, num miradouro à beira-mar; 9×14 cm; sem informação; encontrado num livro; 1940-1960?

 

Fotografias

(1920-1950?) Mulher jovem em bailarina “oriental”.

Retrato fotográfico de uma mulher vestida de bailarina “oriental” (21,9×16,9 cm), 1930-1950 (?), sem indicação. Fotografia encontrada em julho 2017 numa feira de Seine-et-Marne (França, 77).

Fotografias

(1940-1960) Rapaz – Fotografia verdadeira sobre cartão-postal Ansco.

Retrato de um rapaz, fotografia verdadeira a preto e branco (13,9×8,6 cm), tirada sobre cartão-postal (técnica chamada RPPC, real photo postcard); sem lenda nem descrição, o fotógrafo é anónimo, como é muitas vezes o caso com os RPPC. O postal é numerado 163245. Feito nos Estados Unidos, da marca ANSCO. O design do quadro do selo supõe que o postal foi provavelmente feito entre 1940-1960 (cf. artigo especializado).

 

Fotografias

(1918?) Sainte-Catherine, O Cristo do Cemitério

Sainte-Catherine, Le Christ du Cimetière / The Christ of the Cemetery, postal n°262, figurando na primeira posição de um pequeno livreto (14,9×8,6 cm) constituído  por 11 postais destacáveis, contendo fotografias de ruínas, vestígios e monumentos da guerra de 1914-1918, provavelmente tiradas imediatamente, ou pouco tempo depois do fim do conflito; impressas por fotogravura; livreto publicado (em 1918-1919?) pelas “Edit. Stenne-Leflon” (Nord-Pas-de-Calais?), sob o título: Champs de bataille de l’Artois — Latargette et Environs.

Fotografias